.

À Luz de Pomboca

            

Proseando com o Manezinho

                 

         

     

Periodicamente será destacado um Manezinho da Ilha. 

Figuras folclóricas do nosso cotidiano estarão desfilando por aqui.

Os dados foram coletados pelo Jornalista Aldírio Simões e registrados 

em seu livro "Retratos à Luz da Pomboca".

 

Aqui darei somente uma palinha da conversa do Jornalista com o ilustre entrevistado, pois a integra tu váx

incontrá na seção "À Luz da Pomboca".

                 

             

Içuriti Pereira 

Içuriti

      

 

Irajurá, Itaeli, Igara, Içairé, luçá, Ivanira e Içuriti Pereira da Silva. Este, o vereador mais antigo legislando na Câmara de Florianópolis, é o quinto filho de Pelópides, nome de origem grega, porém nascido na Ilha da Madeira, escolheu o Brasil para viver e desembarcou em Itajaí na segunda década do século.

Dedicado à leitura e impressionado com a cultura dos índios que habitaram o nosso litoral, batizou os filhos com nomes da nação indígena Tupi-Guarani. O linguajar manezês, capaz de pronunciar cerca de cinqüenta palavras razoavelmente longas por minuto, traduziu Içuriti para o purismo popular em "Çuçú", como é conhecido em todos os recantos da Ilha de Santa Catarina e junto aos políticos catarinenses que circulam em Brasília.

Com certeza, Içuriti Pereira divide com o radialista Miguel Livramento - duas figuras reconhecidamente públicas - o título de mais autênticos manezinhos da Ilha, segundo pesquisas de botequim, e mesmo quando estão alinhados dentro de uma vistosa fatiota, não conseguem alterar a característica do verdadeiro homem ilhéu. Vereador há vinte e quatro anos, eleito em todos os pleitos que disputou, desde a primeira vez em 1975, "Çuçu" circula com desenvoltura pelos gabinetes da Câmara e do Senado em Brasília, para onde já transportou dezenas de quilos de frutos do mar e tornou-se o cozinheiro preferido de notáveis caciques políticos, como o falecido deputado e líder peemedebista, Ulysses Guimarães. .. (continua)

 

        

              


Fonte: Retratos à Luz da Pomboca, Aldírio Simões, IOESC, Florianópolis, 1997.

Audírio Simões é apresentador do Programa Bar Fala Mané  e colunista do Jornal ANCapital